quarta-feira, 16 de junho de 2010

3 Grandes Obras Subvalorizadas (2)

Continua a nova rubrica.
3 Convidados Especiais dão a conhecer aquelas que são para eles 3 Grandes Obras Subvalorizadas da Década 2000.

| João Palhares, Cine ResortCigarette Burns (2005), de John Carpenter
Sílení (2005), de Jan Svankmajer
Ne Touchez pas la Hache (2007), de Jacques Rivette

| Jorge Teixeira, ComentadorPearl Harbor (2001), de Michael Bay
Lady in the Water (2006), de M. Night Shyamalan
Cinderella Man (2005), de Ron Howard

| Rui Francisco Pereira, CinemajbKingdom of Heaven Director's Cut (2005), de Ridley Scott
The Village (2004), de M. Night Shyamalan
The Butterfly Effect (2004), de Eric Bress e J. Mackye Gruber

22 comentários:

  1. Concordo com os Shyamalans mencionados...

    ResponderEliminar
  2. Muito obrigado pelo convite, Roberto. Em relação às restantes escolhas posso dizer que não suporto ridley scott nem michael bay nem o ron howard. Até me custa escrever o nome deles aqui na caixa de comentários, eheh... Vi a versão para cinema do Kingdom of Heaven e detestei mas até estou disposto a ver a alargada, já ouvi dizer muito bem daquilo. De resto, acho que há aí filmes americanos a mais, também se faz Cinema do outro lado do Atlântico...

    ResponderEliminar
  3. Concordo especialmente no que diz respeito a The Village e Lady in the Water!

    ResponderEliminar
  4. Obrigado por mais um convite. Gostei da escolha da imagem para o Efeito Borboleta ;)

    Abraço

    ResponderEliminar
  5. Tirando A Vila e Cinderella Man, não acho nenhum outro filme especial.

    Abraço.

    ResponderEliminar
  6. Sinceramente, excepto as escolhas do João, as outras até me dão vómitos. pearl harbour, cinderella man, the butterfly effect? Mas estamos a falar de cinema aqui?

    ResponderEliminar
  7. Eu acho que são é sobrevalorizados, especialmente Pearl Harbour e The Butterfly Effect... são demasiado maus... :|

    ResponderEliminar
  8. Antes de mais Obrigado pelo convite, fico muito grato pelo reconhecimento, especialmente porque sou novo aqui nestas paragens.

    Em relação às escolhas, optei por estas pois parece-me que são alvo muitas vezes de controvérsia e debates assíduos quanto à sua qualidade (facto que já se verifica pelos comentários feitos até agora). Me parece que Cinderella Man e Lady in the Water são sim subvalorizados, muito pelo que leio de uma forma geral; um dos factores parece ser, infelizmente, a autoria que reclamam.
    Isto talvez seja um dos motivos que me levou a escolher estes filmes, pois estes realizadores são alvo de muitas críticas (até minhas por vezes), contudo nestes casos acho que se saíram muito bem, aliás de forma sublime. Até de forma surpreendente e muito particular como no caso de Pearl Harbor, nem parece o autor das explosões sem nexo e sentido.

    Quanto às outras escolhas, estou de acordo com o Rui em Kingdom of Heaven (foi quase minha aposta), The Village nem tanto (a rever talvez), e Butterfly Effect não vi ainda. Das escolhas do João não vi nenhuma e são porventura sugestões muito interessantes para o futuro.

    De dizer ainda que, sim as minhas escolhas são muito americanas, facto que reflecte um pouco o meu conhecimento e bagagem cinematográfica actualmente, o que não quer dizer que não seja válido pois acima de tudo trata-se de escolhas pessoais, e valem o que valem, são sugestões e reflexões para quem as quer.
    No último ano contudo tenho me dedicado a expandir a minha "bagagem" com clássicos e obras de décadas passadas reconhecidas pelo seu valor, na América mas também noutros países.
    Porventura se esta iniciativa se desse mais tarde, num dia qualquer do futuro, as minhas escolhas seriam com certeza diferentes. Por enquanto e nos dias que correm são estas!

    Já agora eu não acho nada sobrevalorizados Pearl Harbor e Lady in the Water (em especial), basta verem pela classificação no IMDb que não chega sequer a 6(0-10). Mesmo em muito sítio por essa blogosfera e net fora, encontro muita gente (dita comercial até) a dizer mal de Pearl Harbor...

    É por estas e por outras que acho fascinante exercícios destes...

    abraços

    ResponderEliminar
  9. As escolhas do João estão muito boas, e o filme do Carpenter muito provavelmente também entraria nas minhas contas. Já agora nunca ouvi falar de "Sílení"
    Não acho os filmes do Shyamalan subvalorizados. Gosto muito quer do The Village quer do Lady in the Water. Têm o seu público, há quem deteste e quem adore.
    Quanto ao Ron Howard acho que ele nem realizador é. Os seus filmes já vêm rotulados de "para Oscares".
    Pearl Harbor? a sério? aquele com a música dos Aerosmith?

    ResponderEliminar
  10. Nunca ouvi falar de Sílení. Quanto ao Efeito Borboleta, ainda acho subvalorizado.


    Abraço
    Cinema as my World

    ResponderEliminar
  11. Desses todos só o vi Butterfly Effect, e foi há muito tempo.
    Sou muito mau em filmes mais para o comercial, não vi quase nada desses Michael Bay e companhia.

    Quanto ao Butterfly Effect, lembro-me que é um filme com meia dúzia de pontos positivos, apenas iso.

    ResponderEliminar
  12. O Svankmajer é grande realizador, o melhor que conheço a usar a stopmotion, hoje em dia. Já agora, deixo aqui o link de uma das melhores curtas dele: http://www.youtube.com/watch?v=39j7bypVxL8&feature=related

    ResponderEliminar
  13. Obrigado a todos pelos comentários!

    GUSTAVO: Também eu ;)

    JOÃO PALHARES: Obrigado eu ;) Espero que seja o primeiro de muitos outros. A versão cinematográfica de REINO DOS CÉUS é mesmo má. A outra é uma obra-prima. Michael Bay serve os propósitos do seu cinema, tem o seu público. Howard tem menos personalidade, mas aqui e ali faz um ou outro trabalho excepcional.
    Há cinema muito bom um pouco por todos os cantos do mundo.

    TIAGO RAMOS: Sabes bem que também concordo. São obras sublimes, bastante subvalorizadas.

    JACKIE BROWN: De nada ;) Com excepção d'O EFEITO BORBOLETA, concordo bastante com as tuas escolhas.

    MATEUS SOUZA: Os filmes que o João Palhares seleccionou não os conheço, mas deixaram-me curioso. REINO DOS CÉUS é uma obra magnífica, não concordo consigo. Assim como outras tantas.

    ÁLVARO MARTINS: CINDERELLA MAN é de facto um filme muito bom ;) O EFEITO BORBOLETA é um filme menor, mas os outros nem tanto assim. Concordo que sejam obras subvalorizadas. Mas já esperava essa reacção vinda de ti.

    NEUROTICON: Não estamos de acordo ;)

    JORGE: De nada, obrigado eu! Não tenho a certeza se já te aliciei ou encorajei ao desafio, mas penso que devias fazer um blogue de cinema! Teria muito gosto em visitá-lo!
    Em relação às tuas escolhas, identifico-me com todas, como sabes. Concordo também quando te referes a Shyamalan, a Howard ou a Bay.

    JOÃO GONÇALVES: Não estou de acordo quando dizes "Não acho os filmes do Shyamalan subvalorizados". São claramente subvalorizados. É claro que não serão subvalorizados para os admiradores de Shyamalan, mas para a generalidade dos cinéfilos e do público, são-no com certeza.
    Percebo o que dizes em relação a Howard, mas creio que o realizador tem momentos excepcionais na sua carreira. Quanto a PEARL HARBOR, não têm esse grupo na banda sonora.

    NEKAS: Também nunca tinha ouvido falar. Não sei se O EFEITO BORBOLETA será subvalorizado ou sobrevalorizado.

    BACK ROOM: A sério? Tens aqui então muitos bons filmes para descobrires. O EFEITO BORBOLETA é, dos que conheço entre os mencionados, dos menos bons.

    JOÃO PALHARES: Tê-lo-ei em conta. Já tive oportunidade de verificar a curta e é de facto brilhante - surpreendeu-me bastante ;) Obrigado mais uma vez.

    Cumps.
    Roberto Simões
    » CINEROAD - A Estrada do Cinema «

    ResponderEliminar
  14. Ah tens razão Roberto, confundi com o "Armageddon" que também tem o Affleck :P mea culpa. Não gosto nem de um nem do outro.

    ResponderEliminar
  15. Agradecido pela sugestão e incentivo. Tenho-te a dizer que é uma situação que já ponderei, e pondero regularmente (todos os dias exercito esse pensamento :P), o que acontece é que ainda não me sinto preparado para me aventurar por tais caminhos, tanto por motivos pessoais como profissionais. O tempo não é fácil de gerir e receio não corresponder ainda a expectativas pessoais...

    Talvez a seu tempo surja qualquer coisa, nunca se sabe, às vezes é quando menos se espera :)

    abraço

    ResponderEliminar
  16. Eu sinceramente gostei de Pearl Harbor. Por isso concordo com a escolha. Nao percebo o porquê de ser tao mal tratado. "The Village" é um excelente, enorme, magnifico filme. O melhor de Shyamalan...
    Butterfly Effect é hoje um filme de culto, por isso nao o incluiria como subvalorizado.

    ResponderEliminar
  17. Um filme de culto para uma série de adolescentes inconsequentes que ainda vibram com um twist final.
    O filme é fraco!

    ResponderEliminar
  18. JORGE: Fico então à espera de ser surpreendido, quem sabe um dia destes ;D

    JOÃO GONÇALVES: Gosto de ambos. São excepcionais dentro do género que representam, excelente entretenimento, excelentes efeitos especiais, coreografias nos ares, banda sonora, fotografia, arte de filmar a acção de cortar a respiração... São ambos filmes vibrantes.

    JOÃO BASTOS: Também gosto imenso de PEARL HARBOR. E de A VILA, pois claro. Quanto a'O EFEITO BORBOLETA, concordo com o Neuroticon.

    NEUROTICON: É fraco em comparação com o cinema de qualidade, claramente. Estou absolutamente de acordo contigo.

    Cumps.
    Roberto Simões
    CINEROAD – A Estrada do Cinema

    ResponderEliminar
  19. Pearl Harbour, The Butterfly Effect? Considero-os muito sobrevalorizados!

    ResponderEliminar
  20. Sinceramente não percebo que não se considere, em particular Pearl Harbor, um grande filme, mas até aí aceito e já estou habituado, agora dizer-se que é sobrevalorizado não me cabe na cabeça...:P

    Afirmar que não tem qualidade e que não se gosta é completamente legítimo e diga-se, até muito comum na crítica e no público. Tanto o cinéfilo dito mais comercial ou o mais "independente", invariavelmente nesta obra estão de acordo, senão veja-se pela nota do IMDb (repito) ou até pelas opiniões de alguns bloggers. O Roberto, aqui no CINEROAD é dos poucos que lhe deu uma nota elevada.
    A ver bem, a maioria dos blogues nem sequer tem crítica a respeito, o que demonstra o desprezo ou a indiferença perante o filme.

    Por isso não me parece de todo que essa afirmação é correcta pelo menos a nível geral, será porventura no meio de alguns, mais restringido e filtrado segundo as suas preferências.

    abraço

    ResponderEliminar
  21. MARCELO PEREIRA: Quanto a O EFEITO BORBOLETA, já disse o que achava. Quanto a PEARL HARBOR, não creio que seja sobrevalorizado. De todo.
    Só uma nota (até porque já o vi assim mal escrito mais algumas vezes): o nome do filme é PEARL HARBOR e não PEARL HARBOUR.

    JORGE: Pois, compreendo o teu ponto de vista e subscrevo inteiramente. Se há coisa que PEARL HARBOR não é de certeza é um filme sobrevalorizado. Isto entendendo que quando nos referimos a sobre ou subvalorizado, nos referimos à generalidade das opiniões.

    Cumps.
    Roberto Simões
    CINEROAD – A Estrada do Cinema

    ResponderEliminar
  22. Desconheço os filmes escolhidos pelo João Palhares. Acho que me escapou realmente esse filme invulgar do John Carpenter.

    Não me parece nada que Pearl Harbour seja um filme subvalorizado e muito menos o Cinderella Man. Já pelo "Lady In The Water" concordo plenamente.
    Também não me parecem nada subvalorizados o "The Village" e o "Butterfly Effect".

    Já o Kingdom of Heaven na versão original, é um filme bem jeitoso e não a má obra como por vezes é referido. Ainda não vi a Director's Cut mas segundo a fama que alcançou, que resulta uma obra nova e muito melhor, acho este tipo de escolha a mais perfeita para a definição das obras subvalorizadas. Quando um filme passa da má condição para uma obra cheia de valor. Belo destaque.

    ResponderEliminar

Comente e participe. O seu testemunho enriquece este encontro de opiniões.

Volte sempre e confira as respostas dadas aos seus comentários.

Obrigado.

CINEROAD ©2017 de Roberto Simões