domingo, 7 de setembro de 2008

O MAQUINISTA (2004)

PONTUAÇÃO: BOM
Título Original: The Machinist
Realização: Brad Anderson
Principais Actores: Christian Bale, Jennifer Jason Leigh, Aitana Sánchez-Gijón, John Sharian, Michael Ironside

Crítica:

IDENTIDADE DESCONHECIDA

Who are you?

Um filme negro, seriamente inteligente e profundamente inquietante. O Maquinista conta um arg
umento magnífico, muito bem escrito e estruturado, às tantas tanto na sombra de Clube de Combate, é certo. Mas ainda assim consegue revitalizar-se a si próprio e com distinção. Conta com uma das melhores interpretações alguma vez desempenhadas por um actor: Christian Bale desempenha o papel de Trevor Reznik numa entrega impressionante e assombrosa, para além de muitos limites: uma entrega total. O filme conta ainda com um excepcional trabalho de fotografia e com uma banda sonora tão doentia quanto a própria história. Em suma: audacioso, surpreendente, psicologica e filosoficamente estimulante. Um grande exercício de cinema.

7 comentários:

  1. Bom? Este filme é brilhante. Muito bom caía-lhe bem :)
    Christian Bale está assombroso. Eu gostei muito mesmo.

    Abraços

    ResponderEliminar
  2. Cara, que filmão. Eu vi ontem e fiquei angustiado do princípio ao fim. E que magreza do Bale, né? QUe profissionalismo...

    ResponderEliminar
  3. Bom filme. Partilho da tua opinião. Bale está muito bem.

    Abraço

    ResponderEliminar
  4. ÁLVARO MARTINS: Vou rever o filme. Mas creio que a pontuação é justa. O filme é brilhante mas não sei até que ponto não terá bebido influências por demais sonantes.

    O CARA DA LOCADORA: Ontem? Coincidência. É, Bale está assombroso mesmo.

    FIFECO: Aspas aspas ;)

    Cumps.
    Filipe Assis
    CINEROAD – A Estrada do Cinema

    ResponderEliminar
  5. Guardo curiosidade, pelo desempenho de Bale.

    Abraço

    ResponderEliminar
  6. De acordo, também gostei, crítica elucidativa e muito bem feita.
    Quanto ao filme, um grande argumento e uma grande interpretação e dedicação do Christian Bale (a fazer lembrar o Robert de Niro no Raging Bull, mas em situações inversas).
    Filme que me faz lembrar o SPIDER, de David Cronenberg pelo ambiente e fotografia, e o CLUBE DE COMBATE pela história proposta e as suas "revelações".

    abraço

    ResponderEliminar
  7. JACKIE BROWN: Não sei se gostarás do filme, por acaso. Não gostaste de CLUBE DE COMBATE, que é a meu ver absolutamente genial, não sei se gostarás deste...

    JORGE: Estou de acordo ;)

    Cumps.
    Roberto F. A. Simões
    CINEROAD – A Estrada do Cinema

    ResponderEliminar

Comente e participe. O seu testemunho enriquece este encontro de opiniões.

Volte sempre e confira as respostas dadas aos seus comentários.

Obrigado.

CINEROAD ©2017 de Roberto Simões